Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


pt:learning:courses:subjects:s01:m03:expert-learning:a03

Actividade 03: Análise de Dados

Repação Predador-presa representada em gráficos

Objetivo: Os alunos devem obter informações relevantes sobre relações predador-presa a partir de um texto e representar essa informação em um gráfico. Este passo é seguido por uma análise das informações obtidas anteriormente.
Resultados da aprendizagem: Os alunos são capazes de utilizar estratégias fundamentais de obter informações a partir de um texto. Eles são capazes de filtrar informações geograficamente relevantes de um texto escrito e relacionar essas informações. Adicionalmente, eles são capazes de representar a informação obtida de forma apropriada, isto é, um gráfico.
Conhecimento prévio: Conhecimento sobre análise de dados e suas formas de representação. Conhecimento sobre aplicação e análise de dados.
Duração: 60 minutos
Materiais / Condições: 1 texto (ver recurso 1)
Métodos / Técnicas: Compreensão de leitura, avaliação, priorização, transferência, competência de design.
Assunto de aprendizagem: Biodiversidade / Módulo 3: Recolha, análise e preparação de dados de biodiversidade / Nível: Aprendizagem Especializada


Introdução:
Para explicar a interação de duas espécies, a relação predador-presa é usada como exemplo nesta unidade.

Instrução:
Leia o texto (Recurso 1).
1. Escolhe uma forma adequada de apresentação e desenvolve um gráfico que visualize a relação predador-presa.

2. Analisa seu diagrama e faz uma previsão razoável sobre o desenvolvimento futuro da relação.

Recursos:
Recurso 1:
Para descrever os processos ambientais, os ecologistas criaram modelos cujo objetivo é representar a realidade com a maior precisão possível. Um desses modelos é chamado de “ modelo predador-presa ”. O “ ciclo predador-presa ” é um VORGANG onde se pode observar com muitas espécies de diferentes animais. Neste caso, vamos concentrar-nos em coelhos (presas) e lince (predadores). De acordo com as contagens uma quantidade estimada de 700 coelhos estavam vivendo em uma determinada área na América do Norte em 1950. Estes coelhos serviram, entre outros, como presas de lince, dos quais cerca de 350 viviam na área designada. Contas também foram realizadas nos anos seguintes. Em 1951, havia 12.000 coelhos e 250 linces, em 1952 a quantidade de coelhos aumentou para 19.000 e a de lince caiu para 200. No entanto, houve um reverso no ano seguinte. Havia 23.000 coelhos em 1953, mas o número de lince também aumentou para 400. Em 1957, a quantidade de coelhos diminuiu para um número de 18.000 e linces chegou a 500 indivíduos. Estes números diminuíram lentamente até 1961, quando havia somente 350 linces e 7000 coelhos.

Resultados possíveis / Resultados:
1. Gráfico de linhas é especificamente adequado para resolver esta tarefa.

2. Quanto mais a população de coelhos aumentar, mais aumenta a população de lince. Como coelhos são presas de lince e são comidos, sua população diminui automaticamente. Portanto, a população de lince diminui, uma vez que sofrem de uma escassez da sua fonte básica de nutrição. É suposta a previsão demonstrar que há uma mudança recorrente entre os tamanhos de população de ambas as espécies.

(Fonte: http://www.blikk.it/galerie/view.php?id=2923, vê também: http://kids.britannica.com/comptons/art-108152/The-Canada-snowshoe-hare -population-and-lynx-population-show-regular? Acesso: 31.07.2015)

Atividades relacionadas:

Autores: Natalia Roth e Dennis Spieß

pt/learning/courses/subjects/s01/m03/expert-learning/a03.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2017/08/18 23:58 por kherrmann