Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


pt:learning:courses:subjects:s01:m02:expert-learning:a09

Atividade 09: Monitorização da Biodiversidade

Monitorização da Biodiversidade – O Indicador “Quantidade e Escala da Reservas Naturais de um País”

Objetivo: IAnálise e avaliação do indicador de biodiversidade “quantidade e escala das reservas naturais de um país”
Resultados da aprendizagem: Como exemplo do indicador “quantidade e escala de reservas naturais de um país” os alunos serão capazes de analisar indicadores de biodiversidade e avaliar as suas importâncias na determinação da diversidade biológica.
Conhecimento prévio: Os alunos precisam saber o que é o monitoramento da biodiversidade e conhecer os critérios de qualidade dos indicadores de biodiversidade.
Duração: 60 min.
Materiais / Condições: Acesso à Internet
Métodos / Técnicas: Análise, pensamento criativo, é possível trabalhar em equipa e em grupo.
Assunto de aprendizagem: Biodiversidade / Módulo 2: Biodiversidade e Proteção ambiental / Nível: Aprendizagem especializada


Introdução:
Existem vários indicadores possíveis para implementar um programa de monitoramento da biodiversidade de um país, por exemplo, a distribuição de espécies selecionadas, a qualidade da água, os animais domésticos, a escala dos ecossistemas em uma região, os investimentos na diversidade biológica, etc. Nesta unidade de aprendizagem iremos trabalhar com o exemplar indicador da biodiversidade “quantidade e escala de reservas naturais de um país”.
As reservas naturais são instrumentos importantes para sustentar a diversidade biológica. Relatando o número de áreas protegidas em várias escalas é feito nacionalmente em cada país (http://www.areasprotegidas.gov.cv ). Esta é também a razão pela qual o indicador “quantidade e escala de reservas naturais de um país” é reconhecido globalmente.

Instrução:
Pesquisa na internet pelo indicador de biodiversidade “quantidade e escala de reservas naturais de um país” e responde às seguintes perguntas:
1. O indicador mede coisas importantes para as pessoas e é relevante em relação à diversidade biológica?
2. Quais são os principais fatores para este indicador?
3. Que tipos de dados estão disponíveis para este indicador?
4. Quais são os limites deste indicador?
5. É possível agregar elementos individuais deste indicador?
6. Este indicador se sobrepõe ou intersecta com outros indicadores?
7. Os dados para este indicador podem ser adquiridos de forma rentável?

Recursos:
Material 1: http://www.easac.eu/fileadmin/PDF_s/reports_statements/A.pdf (p. 26)

Resultados possíveis / Resultados:
1. O número de reservas naturais é um conceito fácil de entender e integrado na vida quotidiana das pessoas. Portanto, é muito adequado para uso em relações públicas. Também a dimensão política da biodiversidade é abordada diretamente.
2. Um factor decisivo para as reservas naturais é a concorrência no uso da terra: agricultura, urbanização, infra-estrutura, turismo.
3. Existem dados relevantes em quase todas as escalas.
4. Diferentes definições de reservas naturais e áreas protegidas; A interpretação depende dos objectivos associados; Administração pode ser difícil.
5. Sim, é possível agregar elementos individuais do indicador. Por exemplo, a quantidade e o tamanho podem ser facilmente agregados em diferentes escalas.
6. O indicador não apenas complementa outros indicadores, mas é parcialmente essencial para a interpretação de outros indicadores.
7. O indicador é relativamente rentável porque os dados já estão disponíveis e não têm de ser recolhidos de nada.

(Fonte: alterado e abreviado de: The Royal Society (Ed.) (2005): Um guia do utilizador para os indicadores de biodiversidade, Londres, p.. Online: http://www.easac.eu/fileadmin/PDF_s/ reports_statements/ A.pdf último acesso em 11.09.2015).

Atividades relacionadas:

Autora: Franziska Schoen

pt/learning/courses/subjects/s01/m02/expert-learning/a09.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2017/03/29 17:17 por kherrmann